DSC03832

uma estranha intranquilidade fluía em seu sangue

às vezes acometia-o uma febre que o levava a errar sozinho, à noite, ao longo da avenida silenciosa

derramavam terna influência dentro do seu coração sem sossego

faziam-no sentir mais agudamente quanto era diferente dos outros

o que queria era encontrar no mundo real a imagem sem substância que a sua alma tão constantemente baralhava

não sabia onde a descobriria, nem como; mas um pressentimento o advertia sempre que essa imagem, sem nenhum ato aparentemente seu, lhe viria ao encontro

 

haviam de se encontrar sem alvoroço, como se já se conhecessem um ao outro e tivessem marcado uma entrevista talvez num daqueles portões ou noutro lugar mais secreto

 

estariam sós, cercados pelas trevas e pelo silêncio; e nesse momento de suprema ternura ele seria transfigurado

 

dissover-se-ia dentro de qualquer coisa impalpável, sob os olhos dela

 

e depois, então, se transfiguraria

 

prostração, timidez e inexperiência abandoná-lo-iam nesse mágico momento

 

 

[retrato do artista quando jovem – james joyce ]

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s